Jornal Diário
Marília,
FacebookTwitterYouTube

Postado em 10/01/2017 às 16:02

Vampeta defende preço caro e promete pétalas de rosa para estreia de Ceni

Diretor do Osasco disse que cobrará R$ 100 o ingresso no jogo de estreia

Categoria: Esporte

Vampeta não se mostrou incomodado com o protesto da torcida do São Paulo. Presidente do Grêmio Audax, o ex-jogador prometeu manter o ingresso da estreia oficial de Rogério Ceni como técnico, no jogo entre a equipe de Osasco e o time tricolor, a R$ 100.

A postura do mandatário fez com que as organizadas do São Paulo e torcedores comuns começassem uma campanha para boicotar a estreia da equipe no Paulista, em 5 de fevereiro, na Arena Barueri.

“Eu achei que era um preço justo, o Rogério é um cara que foi meu companheiro e campeão do mundo. É a chance única, vai ser a estreia do Mito. Não tenho medo de repercussão e boicote. Quem não for, não vai, pronto”, afirmou o ex-jogador, que não considera o valor alto.

“Não é salgado, se você tomar três cervejas no bar sem serviço nenhum vai custar R$ 60”, comparou Vampeta.

Como o mando de jogo é do Audax, a responsabilidade de tabelar as entradas é da equipe de Osasco. O presidente garante que os que forem acompanhar a partida de perto terão um tratamento especial.

“Esse é o ingresso mais barato. Se perguntar quanto é o mais caro, eu não sei. Mas vai ser todo mundo muito bem recebido. Será em Barueri, onde ele fez o centésimo gol contra o meu Corinthians. Vou receber todo mundo com pétalas de rosa e tapete vermelho”, prometeu o ex-jogador.

Ídolo da torcida corintiana, Vampeta sabe que não é benquisto pelos tricolores. Ele acredita, até, que se fosse outro dirigente não haveria tantas críticas.

“É normal, se fosse qualquer outro talvez não tivesse essa repercussão. Mas não estou fazendo isso por rivalidade. É um espetáculo diferente”, disse Vampeta, que garante adotar a mesma estratégia caso fosse o Corinthians.

“Se fosse o Tévez voltando para o Corinthians, era o mesmo remédio. Ou você acha que eu iria enfrentar o Corinthians todo dia com a estreia do Tévez? É todo dia que vou enfrentar o São Paulo com a estreia do maior jogador da história do São Paulo?”, questionou Vampeta.

No entanto, o ex-jogador pretende dar de presente para a população de Osasco uma promoção de ingressos no jogo entre Audax e Corinthians, no dia 19 de fevereiro, pela quarta rodada do Paulista.

“É muito gostosa essa rivalidade. Tem mais ainda, vou lhe falar, se olhar a tabela, duas semanas depois [do jogo contra o São Paulo], eu pego o Corinthians e quero cobrar o ingresso de R$ 50 a R$ 20, porque é aniversário da cidade de Osasco. Vai ser um presente para o município. Vou me reunir com os donos do clube, se eles me derem autorização, vou colocar o ingresso a esse preço”, avisou o ex-jogador.

Antes da estreia oficial no Paulista, Ceni comandará o São Paulo na Florida Cup, um torneio amistoso, a partir do dia 19 de janeiro, nos Estados Unidos. 

Os torcedores que pregam o boicote ao primeiro jogo do Paulista querem que a estreia oficial de Ceni seja no Morumbi, na semana seguinte, contra a Ponte Preta. A ideia era que o assistente Pintado ficasse no banco contra o Audax.

MAICON

Em começo de trabalho no São Paulo, a liderança que Rogério Ceni exercia dentro de campo nos tempos de jogador agora ficará à beira do gramado e outros atletas terão de cumprir o papel de líder no clube do Morumbi. 

Maicon é um deles e aponta que o reforço Cícero pode ser outro atleta de liderança no grupo. “A gente sabe o que pode acrescentar não só com os mais novos. Ele cobra bastante nos treinamentos. Cada um vai dar aquilo que pode, tanto na liderança, mas em outros quesitos. Cícero também veio agora, tem o Lugano. São jogadores experientes que vão acrescentar no São Paulo”, disse Maicon ao Seleção Sportv ao comentar sobre os possíveis novos líderes do São Paulo.

Maicon ainda ressaltou que não se importa se a faixa de capitão for tirada dele agora em 2017. “Se optar por ser capitão ele sabe que pode contar comigo, mas é o de menos. Ser capitão ou não é critério do nosso treinador”, comentou.

O zagueiro também contou um pouco de como o time deve jogar em 2017. O primeiro jogo é no dia 19 de janeiro.

“O São Paulo vai ser muito dinâmico, vai trabalhar bastante a bola defensivamente e ofensivamente. A gente não pode querer dar chutão e se livrar da bola muito rápido. Tem que ser rápido e ter agressividade para dominar o jogo, mas ainda é muito cedo para falar sobre isso. Vamos ver como vamos jogar mesmo no dia 19. Temos que entrar em todas as competições para valer e não é diferente com a Florida Cup”, analisou.

Comentários

Mais Recentes

Jornal Diário

Rua Coronel Galdino de Almeida, 55
Marília/SP - CEP 17.500-100
Fone (14) 3402-5122
Fax (14) 3402-5125
diario@diariodemarilia.com.br


Jornal Diário
Páginas
Sobre
Anuncie
Assine
Expediente
Contato
Webmail
Cadernos
Polícia
Esporte
Geral
Cultura
Saúde
Página 2
Economia
Carro
Circulando
Dia a Dia
Charge
Classificados
Redes SociaisFacebookTwitterYouTube
Diário-Correio é resultado da fusão ocorrida em 1992 entre o Diário de Marília e Correio de Marília, fundado em 1º de Maio de 1928. Desenvolvido por StrikeOn