Jornal Diário
Marília,
FacebookTwitterYouTube

Postado em 03/12/2016 às 13:58

Governo de Daniel Alonso deve ter mais três ex-comandados de Bulgareli

Os três tem em comum o fato de terem participado ativamente da tumultuada ex-administração

Categoria: Economia

Estão praticamente definidos mais três nomes para o secretariado do futuro prefeito Daniel Alonso (PSDB). São eles: José Carlos de Souza Bastos, o Beca, André Gomes e Eduardo Nascimento. Os três tem em comum o fato de terem participado ativamente da tumultuada ex-administração Bulgareli/Toffoli.

PERFIL

BECA - Mantém fortes laços com o PT em Marília. Perambulou por vários cargos na gestão Bulgareli/Toffoli (PDT/PT). Foi diretor do Daem, secretário de Assuntos Estratégicos e diretor da Emdurb. Também ocupou a secretaria da Fazenda por apenas um dia. Deixou o cargo sob forte pressão dos vereadores à época, inclusive Eduardo Nascimento. 

ANDRÉ GOMES - Infiltrado no PC do B, assumiu a secretaria municipal da Cultura por 9 meses no mandato-tampão de Ticiano Toffoli (após a cassação de Bulgareli). Para nomear André Gomes (que não tinha formação suficiente), Ticiano mandou um projeto de lei à Câmara Municipal extinguindo a exigência de curso superior para o cargo. O comunista notabilizou-se por gastos extravagantes no curto período em que ficou na secretaria, inclusive com a compra de milhares de lanches X-salada na véspera de Natal, quando a prefeitura estava em ponto facultativo.

EDUARDO NASCIMENTO – Após quatro derrotas consecutivas nas urnas (para deputado federal em 2010, como candidato a vice-prefeito com Daniel Alonso em 2012, para deputado estadual em 2014 e para vereador em 2016), pode assumir a secretaria municipal de Esportes e Lazer, mesmo sem nenhuma formação. Eduardo Nascimento foi o pilar de sustentação do governo Bulgareli, que reúne dezenas de processos e ações por improbidade administrativa, peculato e outros crimes, além de ter provocado um rombo de mais de R$ 250 milhões nos cofres públicos. Nascimento também teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado quando exerceu a presidência da Câmara Municipal. Ele é autor de uma l,ei que impede fichas sujas (com contas rejeitadas) de assumir cargos na administração municipal.


Comentários

Mais Recentes

Jornal Diário

Rua Coronel Galdino de Almeida, 55
Marília/SP - CEP 17.500-100
Fone (14) 3402-5122
Fax (14) 3402-5125
diario@diariodemarilia.com.br


Jornal Diário
Páginas
Sobre
Anuncie
Assine
Expediente
Contato
Webmail
Cadernos
Polícia
Esporte
Geral
Cultura
Saúde
Página 2
Economia
Carro
Circulando
Dia a Dia
Charge
Classificados
Redes SociaisFacebookTwitterYouTube
Diário-Correio é resultado da fusão ocorrida em 1992 entre o Diário de Marília e Correio de Marília, fundado em 1º de Maio de 1928. Desenvolvido por StrikeOn