Jornal Diário
Marília,
FacebookTwitterYouTube

Postado em 06/07/2016 às 17:47

Pacientes relatam precariedade e temem fim do atendimento no NGA

Núcleo de Gestão Assistencial estaria sem medicamentos, cancelando procedimentos e sob ameaça de fechar

Categoria: Saúde

MARCELO MORIYAMA

O Núcleo de Gestão Assistencial (NGA), localizado na avenida Santo Antonio, pode fechar a partir do próximo mês. A denúncia foi feita à redação do Diário por pacientes atendidos no ambulatório. Uma das usuárias do serviço, preocupada com as condições de atendimento, é a dona de casa Yara Caires Araújo, moradora na zona sul da cidade. Procuradas pela reportagem, as assessorias da Secretaria de Estado da Saúde e do Complexo Famema divergiam sobre a responsabilidade pela unidade.

Em tratamento devido a varizes no NGA, Yara Araújo reclama que nesta semana só conseguiu o atendimento porque outros pacientes doaram o medicamento necessário. “Os funcionários informaram que ocorrem dificuldades de verbas e não há previsão de quando a situação irá melhorar”, afirmou. 

Ainda segundo a paciente, que recebe a chamada “bota de unna”, uma terapia contensiva indicada para o tratamento de úlceras venosas e também edema linfático dos membros inferiores, essa semana quase ficou sem o medicamento e na semana que vem espera conseguir comprar o medicamento e levar ao NGA para ser colocado.

“Oficialmente ninguém fala, mas pelos corredores o que se houve é que o NGA vai parar por falta de verba a partir do dia 1º de agosto. Eu não posso ficar sem esse tratamento, que agora está fazendo efeito, fechando minhas lesões, e não tem nenhum outro lugar que ofereça. Alguém precisa fazer alguma coisa.”

OUTRO LADO

Em nota, a assessoria de imprensa da secretaria de Estado da Saúde informou que “a responsabilidade de gestão do NGA é da Famema, conforme publicação no Diário Oficial em 31/05/2011 O Estado possui apenas alguns funcionários que ainda trabalham no local, mas a aquisição de insumos, materiais, decisões de restrição de atendimento ou algo do tipo são de competência da Famema”, respondeu o serviço estadual.

Já a instituição local, por meio da assessoria, informou que no prédio do NGA funcionam serviços do Estado e da entidade. “Os atendimentos da Famema são apenas nos ambulatórios de pediatria, CAPS/AD e no Proid, o que não inclui esse tipo de procedimento relatado”, informou a assessoria.

Comentários

Mais Recentes

Jornal Diário

Rua Coronel Galdino de Almeida, 55
Marília/SP - CEP 17.500-100
Fone (14) 3402-5122
Fax (14) 3402-5125
diario@diariodemarilia.com.br


Jornal Diário
Páginas
Sobre
Anuncie
Assine
Expediente
Contato
Webmail
Cadernos
Polícia
Esporte
Geral
Cultura
Saúde
Página 2
Economia
Carro
Circulando
Dia a Dia
Charge
Classificados
Redes SociaisFacebookTwitterYouTube
Diário-Correio é resultado da fusão ocorrida em 1992 entre o Diário de Marília e Correio de Marília, fundado em 1º de Maio de 1928. Desenvolvido por StrikeOn