Jornal Diário
Marília,
FacebookTwitterYouTube

Postado em 05/07/2016 às 13:06

Cresce o número de consultas ao SCPC da Acim em Junho

O mês de junho obteve 38,9% mais consultas em comparação ao mesmo mês do ano passado

Categoria: Economia

O mês de junho atingiu índices elevadíssimos quanto ao número de consultas ao banco de dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, chegando a uma elevação de 38,9% em comparação ao mesmo mês do ano passado. Este ano foram realizadas 42.761 consultas diante das 30.778 consultas realizadas em 2015. “Foi a maior elevação dos últimos anos”, comparou o superintendente da entidade, José Augusto Gomes, ao analisar os dados apresentados. “Não tenho dúvidas de que se trata de um sinal de que o comerciante está muito preocupado com a inadimplência”, frisou o dirigente ao justificar a elevação, que na somatória do semestre chega a 177.121 consultas realizadas, elevando em 2,11% no comparativo com o semestre do ano passado.

A surpresa se deve em razão de que o comércio em geral utiliza muito as vendas com cartões de crédito, débito e benefícios, que não passam pelo sistema do SCPC. “Sem contar as vendas com dinheiro’, acrescentou o dirigente da associação comercial. “Outro detalhe importante é que muitas lojas estão enxugando custos e um deles é o próprio sistema eletrônico de vendas, que para muitos passa a ser caro com a queda nas vendas”, lembrou o dirigente que tem ouvido muita reclamação por parte do empresariado quanto as cobranças e formas de pagamento das empresas de cartão de crédito. “As taxas, o aluguel e o repasse estão sendo revistos por muitas lojas”, comparou o superintendente da Acim ao lembrar que as consultas ao banco de dados do SCPC da Acim são eletrônicos, imediatos e nacionalizados.

Outros dados que chamaram a atenção foram as consultas jurídicas, ou seja, no relacionamento entre empresas. Houve uma elevação de 60,5% com 4.131 consultas realizadas em junho, diante das 2.573 consultas sobre CNPJs realizadas no comparativo com o ano passado. “As consultas jurídicas tem se tornado um hábito por parte dos empresários, por ser uma medida preventiva contra a inadimplência entre as empresas”, disse José Augusto Gomes ao verificar as 19.855 consultas realizadas este semestre diante das 15.752 consultas dos seis meses do ano anterior. “O crescimento de 26% neste ano, até o momento, é considerado bom”, avaliou ao notar que dos seis meses deste ano, somente o de janeiro houve queda nas consultas sobre CNPJ de 0,29% enquanto que os demais cinco somente com crescimento.

José Augusto Gomes explica que ao promover a consulta o comerciante passa a ter informações sobre o consumidor e ter condições de avaliar se concede ou não o crediário. “Naturalmente dependendo das informações do consumidor é melhor evitar a venda do que vender, não receber, pagar tributos e impostos e ainda ficar sem o produto”, destacou o superintendente ao reforçar de que os dados do SCPC da Acim não representam volume de vendas. “A relação está no número de consultas, ou seja, se houve mais consultas é porque houve mais movimento nas lojas”, comparou o dirigente que considera normal o crescimento das consultas em períodos difíceis no comércio. “A desconfiança é generalizada”, disse.


Comentários

Mais Recentes

Jornal Diário

Rua Coronel Galdino de Almeida, 55
Marília/SP - CEP 17.500-100
Fone (14) 3402-5122
Fax (14) 3402-5125
diario@diariodemarilia.com.br


Jornal Diário
Páginas
Sobre
Anuncie
Assine
Expediente
Contato
Webmail
Cadernos
Polícia
Esporte
Geral
Cultura
Saúde
Página 2
Economia
Carro
Circulando
Dia a Dia
Charge
Classificados
Redes SociaisFacebookTwitterYouTube
Diário-Correio é resultado da fusão ocorrida em 1992 entre o Diário de Marília e Correio de Marília, fundado em 1º de Maio de 1928. Desenvolvido por StrikeOn